top of page

Equipe técnica do Projeto ATER Mulheres Rurais conheceu a riqueza da roça tradicional Sateré-Mawé na Terra Indígena Andirá-Marau

Atualizado: 7 de mar.

No último domingo, 03 de março, o Instituto Acariquara, em parceria com a Agência Experimental de Assistência Técnica e Extensão Rural da Universidade Federal do Amazonas (Agentes Ufam/Nusec), a Base Sanitária de Monitoramento Geral do Povo Sateré-Mawé (BSMGPSM) e a Associação dos Agricultores Familiares do Alto Urupadí (AAFAU), realizou uma visita à Terra Indígena Andirá-Marau. O objetivo da visita era conhecer a roça tradicional sateré-Mawé.

A equipe concentrou-se em conhecer a roça da agricultora Francinelda da Silva Sateré, reconhecida pelas demais indígenas como uma líder em conhecimento e práticas tradicionais de cultivo, especialmente de mandioca consorciada com banana, milho e cará. O sítio visitado evidenciou que as agricultoras indígenas possuem saberes e práticas agroecológicas valiosos, passíveis de serem compartilhados com outras comunidades.


Foto: Instituto Acariquara (2024)


A propriedade de Francinelda foi escolhida devido ao número significativo de práticas agroecológicas que ela adota e à sua disposição para compartilhar seus conhecimentos com as demais mulheres indígenas. Este encontro não apenas destaca a riqueza da agricultura tradicional Sateré-Mawé, mas também reforça a importância de promover a troca de saberes para fortalecer as práticas sustentáveis na região.


Foto: Instituto Acariquara (2024)


Durante a visita, identificaram-se desafios cruciais na produção de farinha de mandioca. Ficou evidente a necessidade urgente de adquirir equipamentos essenciais para aprimorar a produção, incluindo máquinas específicas, uma bomba d'água para otimizar o processo e a reforma indispensável da casa de farinha.


Foto: Instituto Acariquara (2024)


Foto: Instituto Acariquara (2024)


Essas observações ressaltam a importância de fomentos e suporte técnico para superar os obstáculos enfrentados pelas indígenas na produção de farinha de mandioca. A busca por soluções práticas e sustentáveis destaca o comprometimento em promover o desenvolvimento rural e melhorar a qualidade de vida nas comunidades indígenas.


17 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page