Temporada Gastromotiva no Amazonas com Davi Hertz

Reposted from @davidhertz | Seguimos na nossa temporada no Amazonas, agora com uma parada em Tabatinga, no oeste do estado, na tríplice fronteira entre o Brasil, a Colômbia e o Peru. É uma cidade com muitos problemas gerados pela pouca fiscalização, falta de estrutura e de políticas públicas efetivas. Tem muito tráfico de drogas, crianças e adolescentes grávidas, pobreza...


Em contrapartida, tem muita gente trabalhando para mudar essa realidade, e a @gastromotiva se juntou a esse time. Conheci as duas Cozinheiras Solidárias de Tabatinga, Dona Clelia e Diana, que produzem, respectivamente, 450 e 140 quentinhas por semana. Em um lugar onde tudo é muito precário, vejo como o trabalho em rede é ainda mais essencial para esse projeto dar certo.


Para um dia de produção e entrega das quentinhas da Dona Clelia, são pelo menos 7 pessoas envolvidas: ela e mais duas filhas na cozinha, dois filhos no cadastro das famílias beneficiadas e um filho na distribuição.


Sem falar nos parceiros de logística, treinamento, análise de dados e patrocínio:


- O @i.acariquara é responsável pela compra dos insumos, material e processamento de dados;

- A @caritasmanaus dá suporte operacional, faz seleção dos beneficiários e acompanha as entregas;

- A igreja entra com voluntários para cozinhar e entregar as quentinhas;

- A @nusec.ufam faz a análise de dados e relatórios;

- A SEAS Manaus monta os cardápios;

- A @gastromotiva oferece o treinamento, a metodologia e capta recursos;

- O @institutococacolabrasil patrocina o projeto.


Vejam como levar a comida a quem mais precisa é um processo complexo, sobretudo nas comunidades mais vulneráveis. Mas todas as peças se encaixam perfeitamente quando o trabalho é feito com engajamento, comprometimento, solidariedade, empatia e muito amor ao próximo. Combater a fome e gerar oportunidade é a nossa missão maior. Obrigado a todas e todos que estão nessa luta com a gente.




#Tabatinga#Amazonas#Amazonia#CozinhaSolidaria#Gastromotiva

0 visualização0 comentário